Quarta, 01 Abr 2020
ESTRÉIA NACIONAL - DIA 12 DE MAIO DE 2011 – Quinta-feira FORTALEZA - CEARÁ

Documentário "Janaína Dutra: Uma Dama de Ferro"

Com produção do GRAB - Grupo Resistência Asa Branca, sediado em Fortaleza, o filme resgata a história dessa personagem real e seu lançamento faz parte das celebrações dos 22 anos de existência do grupo.

Janaína morreu em fevereiro de 2004, aos 43 anos. Advogada, militante, ativista e travesti dedicada aos direitos de LGBTT e à luta contra a Aids, teve importante participação no movimento.

Colaborou na primeira campanha nacional de prevenção da Aids entre travestis, e entre outros pioneirismos, foi a primeira travesti portadora de carteira profissional da OAB.

No filme, amigos e familiares dão depoimentos sobre Janaína, que nasceu em Canindé, Ceará, e teve sua militância destacada no GRAB, e também na Associação Nacional de Travestis e Transexuais-ANTRA, Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais- ABGLT e na Associação de Travestis do Ceará- ATRAC, e era membro do Conselho Nacional de Combate à Discriminação.

O documentário tem a direção do cineasta Vagner de Almeida, que já dirigiu diversos filmes com as temáticas das homossexualidades, direitos humanos e saúde, e teve o patrocínio do Ministério da Cultura, através do Prêmio Cultural LGBTT.

 

Lançamento Nacional:

Dia 12 de maio de 2011 (quinta-feira) às 18:30

Local: Casa Amarela Eusélio Oliveira- Universidade Federal do Ceará

Av. da Universidade, 2591- Benfica- Fortaleza- CE

 

Maiores Informações:

GRAB: Francisco Pedrosa – Adriano Caetano – Dediane Souza

Rua Teresa Cristina, 1050 – Centro – Fortaleza/CE – Brasil

Fone/fax: (85) 3253.6197/ 3226.6761

Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

www.grab.org.br

Diretor: Vagner de Almeida

Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

 

comentários 

 
#6 Sempre!Carlos Eduardo Bezerra 12-05-2011 22:14
Janaína Dutra merece sempre o nosso carinho. Que a memória dela e dos que lutaram e lutam por um ideal que torna o Brasil mais democrático seja sempre lembrada e reverenciada. Parabéns a tod@s que fizeram este documentário.
Citar
 
 
#5 RE: ESTRÉIA NACIONAL - DIA 12 DE MAIO DE 2011 – Quinta-feira FORTALEZA - CEARÁ ednardo romão 12-05-2011 12:30
SALVE JANAINA DUTRA!!!!!!!!!
Citar
 
 
#4 100 palavras!!!Abílio Serpa 10-05-2011 00:02
Falar de Janaína eu sempre fiko assim: sem palavras!!!
Citar
 
 
#3 InspiraçãoAlan Nascimento 30-12-2010 00:17
Janaina é exemplo para os jovens militantes, não a quem falar de amor ao movimento das travestis sem citar Janaina Dutra.
Citar
 
 
#2 ImpactanteMarjorie Nepomuceno 08-12-2010 03:41
Foi como me senti, impactada. Não conheci Janaína e me tive raiva por isso. Não deu tempo. Ao assistir, sua respiração ficará um pouco suspensa... é o que uma vida consistente faz na sua cabeça, ao se deparar com seu relato. Sua perspectiva das coisas torna-se pífia e vc ratifica que poderia fazer mais. Com defeitos e milhões de significados espetaculares, Salve Jana.

Marjorie Nepomuceno
Produtora do Filme
Citar
 
 
#1 Ativista e CineastaVagner de Almeida 19-11-2010 18:20
Janaina Dutra é um marco em nossa história de resistência LGBT e dos Direitos Humanos.
É uma grande honra fazer e contar um pouco da história dessa musa inspiradora neste documentário.
Seria um Deus ou uma Deusa? Que sexo teria?
Janaina foi tudo e muito mais.
Um beijo minha querida e saudosa amiga
www.vagnerdealmeida.com
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar