Segunda, 30 Mar 2020
Revista é lançada com Resultados do Projeto SAGAS no Brasil

Revista é lançada com Resultados do Projeto SAGAS no Brasil 

A publicação apresenta a experiência do Projeto SAGAS no Brasil e seus principais resultados. Este projeto foi executado por quatro ONG - ABIA (Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids), GAI (Grupo Arco-Íris de Conscientização Homossexual), GRAB (Grupo de Resistência Asa Branca) e SOMOS - Comunicação, Saúde e Sexualidade - com apoio da Schorer Foundation. Trabalhou-se, nas cidades de Fortaleza, Rio de Janeiro e Porto Alegre, com um público jovem LGBT de 15 a 29 anos. GRAB e ABIA também trabalharam com pessoas vivendo com HIV/Aids. Uma das principais contribuições do projeto para a promoção da saúde e a prevenção ao HIV junto às populações LGBT, foi associar a Abordagem Schorer ao debate sobre as vulnerabilidades no campo da Aids, no Brasil. A Abordagem Schorer baseia-se nos seguintes pilares: promoção da saúde; prevenção planejada baseada em evidências; trabalho intersetorial; e, fortalecimento institucional e de capacidades. Esta abordagem foi contextualizada com base no quadro conceitual das vulnerabilidades e dos direitos humanos, ressaltando os aspectos individuais, sociais e programáticos.

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar