Sexta, 03 Jul 2020
GRAB encaminha para testagem rápida de HIV

 

O GRAB, desde o mês de junho/13, está desenvolvendo o Programa Quero Fazer em Fortaleza. A iniciativa tem como principal objetivo oferecer o teste rápido de HIV, com entrega do resultado em menos de uma hora.

Em parceria com a ONG Associação EPAH-Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada (com sede em São Paulo-SP)- que é coordenadora geral do programa,  a USAID-Agência de Desenvolvimento dos Estados Unidos,  a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Fortaleza - Área Técnica de DST, Aids e hepatites virais, o programa é dirigido a gays, outros Homens que fazem Sexo com Homens (HSH) e travestis, que são contatados e mobilizados pelo GRAB, em seus locais de sociabilidade e moradia.

As pessoas que querem fazer o exame encontram-se com educadores/as do GRAB, que os acompanham à unidade de saúde e disponibilizam também uma ajuda de custo para o transporte.

As unidades de saúde envolvidas e parceiras são o Centro de Testagem e Aconselhamento- CTA Carlos Ribeiro, no bairro Jacarecanga e a Policlínica Nascente, no bairro da Serrinha,  ambas em Fortaleza.

O teste de HIV ofertado é confidencial, sigiloso, gratuito, acompanhado por equipe de profissionais de saúde, da SMS de Fortaleza e realizado por vontade própria, já que ninguém pode ser obrigado a fazer o exame.

É muito importante ter  acesso a um diagnóstico oportuno de HIV. A Aids ainda não tem cura, mas tem tratamento. E quanto mais cedo o diagnóstico, melhor é a qualidade de vida para as pessoas que se descobrem HIV+ e passam a viver com HIV/Aids.

São disponibilizadas também a testagem para sífilis, hepatites virais e vacinação para hepatite B.

Você pode agendar sua ida à unidade de saúde com a coordenação local do programa, no GRAB,  com Delson ou Tarcisio (pelos fones 32536197/ 32266761, à tarde).

O programa local faz parte de um conjunto de iniciativas que o GRAB vem realizando, há anos, com a parceria da SMS e do Ministério da Saúde, que visa ampliar as alternativas para disponibilizar diagnóstico oportuno de HIV (testes rápidos), através de Campanhas Fique Sabendo e ações permanentes, sempre dirigidas à população LGBT. As ações incluem o controle social sobre o encaminhamento para a assistência (primeira consulta com médico infectologista), nos casos em que o resultado for positivo.

Maiores informações,  acesse: www.querofazer.org.br ; WWW. aids.gov.br

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar