Qui, 22 Out 2020
XI Parada pela Diversidade Sexual do Ceará


O Grupo de Resistência Asa Branca - GRAB está a todo vapor com os preparativos para a XI Parada pela Diversidade do Ceará, que acontecerá no dia 27 de junho de 2010 (domingo), em Fortaleza, na Avenida Beira Mar, a partir das 13h. Na sede do GRAB, acontecem reuniões semanais para encaminhar as demandas relacionadas ao evento, contando com a presença da diretoria da entidade e membros de outras organizações da sociedade civil. Nestes encontros, já foram definidas questões como tema, programação, madrinha, logomarca e o teor político da manifestação.
Com o tema “Vote Contra a Homofobia, Defenda a Cidadania!”, a XI Parada pela Diversidade no Ceará traz como pauta de reivindicação a consolidação de instrumentos de combate à discriminação, dentre os quais se destaca a aprovação do Projeto-de-Lei nº122/06 (tramitando no Senado), que criminaliza a homofobia.

Nesta edição, o posto de madrinha da Parada caberá a Prof.ª Dr.ª Zelma Madeira. A escolhida é Doutora em Sociologia e Professora do Curso de Serviço Social da UECE. Zelma desenvolve com seriedade estudos na área de Sociologia da Família, Relações de Gênero e Étnico-raciais, demonstrando compromisso com a causa, de forma que o GRAB entende que a homenageada dará ainda mais respaldo ao evento. “É uma honra e também uma responsabilidade (...). A questão da diversidade sexual é uma luta que atravessa o movimento de mulheres e o movimento negro”, afirmou Zelma durante as reuniões de organização da XI Parada, disponibilizando-se ainda a continuar com sua contribuição com a luta do movimento LGBTT, defendendo a necessidade de pautar as questões relativas às sexualidades nos seus espaços de atuação. Zelma já havia contribuído com a Parada em ocasiões anteriores, especialmente em 2007, quando o evento trouxe o tema “Por um mundo sem machismo, racismo e homofobia”.
De acordo com o GRAB, o teor político desta edição da Parada tornou necessária a proposição de algumas atividades, tendo em vista levar o debate acerca da cidadania LGBTT de forma prática à população, como promover debates e seminários sobre Direitos Humanos e Sexualidades e reforçar ações já promovidas, pautadas na prevenção e na conscientização contra a homofobia, de forma que tal discussão seja predominante nas atividades que antecedem a Parada, assim como durante o evento.
Nesta edição, a concentração terá início às 13h (em frente à Barraca do Joca) e o público seguirá as instruções da organização da Parada, Guarda Municipal e Polícia Militar, que estarão presentes no local.
Por conta do contingente de pessoas, a organização da XI Parada limitou o número de trios elétricos que participarão do percurso em oito. Percorrerão, da Avenida Beira Mar à Avenida Historiador Raimundo Girão, além do Trio Oficial (do GRAB), carros de outras organizações e órgãos de políticas públicas LGBTT cearenses, além de casas noturnas e uma batucada de tambores artesanais, organizada pelo Grupo LAMCE e parceiras.
A logomarca do evento é assinada pela designer e artista plástica Srta. Labelle, inspirada no tema adotado. Segundo esta, o processo de criação considerou a simbologia do ato de votar e a necessidade de que a nação brasileira, representada nas cores verde e amarela (centralizadas na mão, junto a outras cores do arco-íris) assuma uma postura efetiva de combate à homofobia.
A XI Parada pela Diversidade Sexual do Ceará é organizada pelo GRAB, em parceria com outras organizações e movimentos LGBTT e aliados na luta contra a homofobia, com apoio do Ministério da Saúde, Governo do Estado do Ceará e Prefeitura Municipal de Fortaleza.


A Programação

Em 2010, Além do percurso tradicional pela Avenida Beira Mar, no dia 27 de junho, a XI Parada conta com uma programação ampla e diversificada, que incluiu o lançamento e realização de campanhas, oficinas, atividades culturais e educativas sobre Cidadania e Saúde, Show da Consciência homossexual, Feira Mix e Exposição LGBT, Seminário, encontros, exibições de vídeos, dentre outras atividades.

- I Encontro Saúde sem Homofobia:
acontece no dia 14 de junho, das 9 às 17h, no IMPARH. O evento está inserido entre as atividades que antecedem à realização da XI Parada pela Diversidade Sexual do Ceará, procurando sensibilizar os profissionais da Atenção Básica para um atendimento não-homofóbico e cidadão às populações LGBTT. O evento visa, ainda, dar início aos esforços da Campanha de Testagem em HIV, sífilis e vacinação para hepatite B, que será realizada pelo Centro de Orientação e Aconselhamento Sorológico- COAS de Fortaleza. Espera-se reunir cerca de 100 trabalhadores/as das 92 unidades básicas de saúde de Fortaleza, que participarão de grupos de discussão e construirão, ao final, uma bandeira de 11 metros com as cores do arco-íris, que simboliza a diversidade sexual, e a luta pelo fim do preconceito, da discriminação e da homofobia, ornada com desenhos e palavras de ordem que serão levados durante o trajeto da XI Parada, na Avenida Beira Mar.

- Batucada tambores de safo: é uma iniciativa do grupo Liberdade do Amor entre Mulheres do Ceará – LAMCE, que realizará quatro oficinas de tambores e ritmos políticos na Casa Feminista Nazaré Flor (Dias 05, 06, 12 e 13/06) e ensaios abertos na Praça da Gentilândia (dias 18 e 25/06, das 17 às 21h). As oficinas e ensaios são atividades preparatórias para a Batucada feminista durante a XI Parada, que vem à frente do trio oficial (do GRAB), reivindicando visibililidade para as populações de mulheres Lésbicas e Bissexuais. Os tambores confeccionados ficarão expostos durante a Feira Mix e exposição LGBTT.

- Campanha “Fique Sabendo”: é uma atividade proposta em parceria com Coordenadoria de DST/Aids e Hepatites (Secretaria de Saúde de Fortaleza), que acontecerá de 21 a 25/06 (segunda a quinta). A campanha tem como objetivo estimular realização do teste anti-HIV, possibilitando o diagnóstico precoce e a melhoria qualidade de vida para as pessoas. Dentre as estratégias da Campanha no município de Fortaleza, especialmente durante a Feira Mix e Exposição LGBTT da XI Parada, encontra-se a distribuição de material informativo e encaminhamento para testagem rápida para diagnóstico do HIV. Neste período, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) do Centro de Saúde Carlos Ribeiro (Rua Jacinto Matos, 944, bairro Jacarecanga) e outros 21 centros de saúde da rede municipal deverão disponibilizar o teste rápido, cujo resultado sai em meia hora.

- Encontro de Lideranças de Travestis e Transexuais do Ceará: trata-se de um momento em sujeitos travestis e transexuais se reunirão para debater os desafios e as perspectivas da organização política trans no Ceará, assim como as demandas contemporâneas do movimento. Tal atividade é organizada por um coletivo de organizações de Travestis e Transexuais, com o apoio da Coordenadoria de políticas públicas para a Diversidade Sexual de Fortaleza e acontecerá no dia 24/06 (quinta), no Hotel Amuarama (Av. Oswaldo Studart, 888- Bairro de Fátima), das 10 às 13h.  

- Seminário “Vote contra a Homofobia: defenda a cidadania!”: momento em que ativistas do movimento LGBTT, pesquisadores, aliados à luta no combate à homofobia e demais interessados discutirão a vivência das homossexualidades, a interface entre sexualidade e cidadania, assim como estratégias de enfrentamento da homofobia em Fortaleza. Na ocasião, será lança em Fortaleza a campanha “Sou Travesti e mereço respeito”, além dos dados da pesquisa X Parada pela Diversidade Sexual: indicativos sobre perfil, direitos e contextos de vulnerabilidade da população LGBTT no Ceará, realizada pelo Núcleo de Pesquisas sobre Sexualidade, Gênero e Subjetividade (NUSS/ UFC), em parceria com o GRAB, em 2009. Os participantes poderão, ainda, assistir à exibição de lançamento dos documentários sobre a X Parada e do I Encontro Nacional de Jovens Gays e outros HSH, com a presença dos idealizadores e do diretor Vagner de Almeida. Os 50 primeiros participantes receberão camisas da Parada, gratuitamente, mediante a doação de 2 kg de alimentos não perecíveis (para efeito de troca, não serão contabilizadas as doações em sal), a serem doados à Central de Abastecimento Alimentar da Associação de Voluntários do hospital São José (para pessoas que vivem com HIV e Aids em situação de pobreza).

- Feira Mix e Exposição LGBTT: Espaço onde a exposição de materiais institucionais com recorte de diversidade sexual e o comércio de artigos que fazem alusão ao universo LGBTT dividem espaço com apresentações culturais e a oferta de serviços, na Praça do Ferreira.. A programação cultural da Feira fica por conta da performance de Yasmim Nóbrega (dança contemporânea),  Cabaré da Dama (teatro/ performance drag), Maracatú Vozes da África, exposição de telas e tambores artesanais, além dos Dj’s Fábio Vieira e Flávio Vasconcelos.  A Feira Mix e exposição LGBTT é organizada pelo GRAB e será realizada nos dias dia 25 (sexta  - 14 às 20h) e 26/06 (sábado – 09 às 16h).

- Balcão da Cidadania LGBTT: Organizado pela Coordenadoria de Políticas Públicas para a Diversidade Sexual do Ceará, o Balcão da Cidadania ofertará serviços de orientação em saúde, encaminhamentos, atendimento jurídico, dentre outros, a partir das 9 da manhã dos dias 25 (sexta) e 26/06 (sábado).

- Show da Consciência Homossexual: trata-se de uma festa alusiva ao dia Mundial do Orgulho LGBTT (28 de junho), incorporado ao calendário oficial do município de Fortaleza através Lei n° 8626/2002. A data celebra a memória do Levante de Stonewall, ocasião em que, obstinados a resistir à recorrente repressão policial à vivência de homossociabilidades em um conjunto de bares de Nova York, homossexuais que freqüentavam o bar The Stonewall In reagiram combativamente às agressões ali sofridas, travando confrontos que excederam a noite do dia 28 de junho 1969. Desde então, esta data fora tomada como símbolo de resistência à intolerância e opressão à diversidade sexual, assim como a demarcação do processo de organização em torno da luta por direitos humanos relativos à sexualidade. Realizado pela Coordenadoria da Diversidade Sexual da Prefeitura de Fortaleza, o show levará para a Praça do Ferreira a cantora Dianah, Kátia Freitas e outras atrações locais, a partir das 17h do dia 26/06.

- XI Parada pela Diversidade Sexual do Ceará: desde 1999, a Parada em Fortaleza vem se caracterizando como um momento de aglutinação de sujeitos de distintas orientações sexuais, que se reúnem para reivindicar o fim do preconceito e a garantia de direitos de LGBTT, celebrando a diversidade e o orgulho. Em 2010, a XI Parada tomará as ruas da Avenida Beira Mar, das 13 às 22h, no dia 27 de junho, mobilizando a população LGBTT cearense para a necessidade de refletir sobre o voto consciente como instrumento importante na luta contra a homofobia. O Trio oficial da Parada (do GRAB) puxará palavras de ordem e realizará a leitura de um manifesto político-cultural em defesa dos direitos humanos de LGBTT. Tal manifesto será musicado e reproduzido nos outros sete trios confirmados (Coordenadoria da Diversidade Sexual de Fortaleza, Movimento de Travestis e Transexuais do Ceará, Ônix Dance/ Parada Gay do José Walter, Garota G, boate Meet e Donna Santa). Falas de lideranças do movimento LGBTT, da Madrinha da Parada (Dra. Zelma Madeira) e apoiadores acontecerão durante a abertura e “hora da militância”. As vítimas da homofobia no país receberão uma homenagem às 18h, quando será proposto um minuto de silêncio. A música fica por conta dos DJ’s Fábio Vieira e Guga de Castro, além das performances de Joyce Malkomes e Dimmy Kieer(Dicesar, BBB 10). À frente do trio oficial, a Batucada Tambores de Safo, organizada pelo grupo LAMCE, apresentará seus “ritmos políticos”, unindo o som da percussão às reivindicações pela visibilidade lésbica. Além da bandeira de 11 metros, confeccionada durante o seminário “Saúde sem Homofobia”, uma bandeira gigante do arco-íris abrirá o percurso da Parada, simbolizando a diversidade sexual e a luta pelo fim da homofobia.

 

Recomendações da organização: Para maior segurança e bem-estar dos (as) participantes da XI Parada pela Diversidade Sexual do Ceará, recomendamos o uso de roupas leves, filtro solar e a ingestão de líquidos durante o percurso, evitando o uso abusivo de bebidas alcoólicas. Aos pais, recomendamos atenção às crianças. Os participantes deverão evitar portar documentos e objetos que se façam desnecessários para a ocasião. Desejamos a todos e todas uma parada tranqüila, divertida e tomada pelo sentimento de solidariedade e companheirismo. Celebrar a diversidade é combater a homofobia! Viva a Parada!

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA ABAIXO: PDF | GIF

RELEASES ABAIXO:   Release nº 1 | Release nº 2 | Release nº3