Qui, 22 Out 2020
GRAB participa da I Marcha Nacional Contra a Homofobia
 
Entre 16 e 19 de maio, em Brasília, foi realizada a I marcha Nacional Contra a Homofobia. O evento foi uma iniciativa da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), que convocou as 237 organizações afiliadas e militantes de todo país, marcando a semana do 17 de maio (Dia Mundial de Combate à Homofobia) com uma série de atividades de incidência política junto aos poderes executivo, legislativo e judiciário, assim como à sociedade em geral pelo fim da discriminação das populações LGBTT.
A programação oficial da marcha foi composta por reuniões de articulação política, seminários e atos públicos. O Conjunto destas atividades visou reivindicar a garantia do Estado Laico e exigir das autoridades públicas, dentre outras coisas, o cumprimento integral do Plano Nacional LGBT, a aprovação do Projeto de Lei Complementar n° 122/2006, que criminaliza a homofobia, além do julgamento favorável da União Estável de relações homoafetivas e regulamentação do nome social pessoas transexuais.
O GRAB contribuiu ativamente na mobilização das 27 pessoas que integraram a caravana cearense rumo à Brasília. Participaram também representantes do LAMCE, MAISH, APLOSG, dentre outros sujeitos. A caravana saiu de Fortaleza no dia 14 de maio, enfrentando dois dias viagem a cada percurso. Os participantes ficaram alojados em um acampamento, no Parque da Cidade.
Durante o ato público pelo fim da homofobia na Universidade de Brasília e no I Grito contra a Homofobia e pela Cidadania LGBTT, os membros do GRAB marcharam ostentando faixas com os dizeres “O Ceará diz não à homofobia”, “Cearenses pela aprovação do PLC 122/06” e “Pelo fim da Homofobia, contra a impunidade”.
Avaliando positivamente o momento, o GRAB pretende se fazer presente na II Marcha, agenda para o dia 17 de maio de 2011.

 

comentários 

 
#4 eu tb fuibia 10-10-2011 17:58
adorei
Citar
 
 
#3 Foi um Grande salto...Edi 06-07-2010 14:13
Nós sabemos que a batalha não é facil, mas sem dúvida nem uma foi um grande salto para o movimento LGBTT. O GALOSM de Morada Nova,tem a satisfação de ter participado deste fato Historico.
Citar
 
 
#2 Muito bomElizio Loiola 21-06-2010 18:03
O novo site ficou otimo e tem otimas materias.
E-mail: elizioloiola@ig .com.br
Citar
 
 
#1 O direito é obrigatório.Rafael Bezerra 17-06-2010 14:40
A GALOSC - grupo de apoio a livre orientação sexual do cariri, não esteve na I marcha contra a homofobia, mas parabeniza o GRAB pela iniciativa tomada, em prol do movimento LGBT do ceará.
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar